quarta-feira, setembro 05, 2018

Conversas com os Putos e com os Pais Deles


“Não sei se ria ou se chore.”, “Aquilo é real?”, “Há por ali muito pouco de ficcional, não há?” ou “Aquilo aconteceu mesmo?” foram algumas das reacções a estes episódios de banda desenhada do primeiro volume do Conversas com os Putos que me ficaram na memória.
Um colega dos meus tempos da escola secundária, por volta da década de 80 do século passado, ao ler algumas destas tiras disse-me. “Nós na altura também éramos assim.”
Pooooois... Sim e não.
Há diferenças.
Nós quando andávamos na escola não passávamos 24 horas por dia agarrados a um ecrã portátil.
OK, está bem, ainda não existiam. Mas há mais diferenças.
Quando falhávamos alguma resposta por incapacidade de processamento ou por ignorância tínhamos vergonha. Hoje, por exemplo, não é raro depararmo-nos com miúdos do secundário que não sabem quanto é 18 a dividir por 3.  E o problema não é o não se lembrarem da papagaiada da tabuada. É pior. Não sabem como lá chegar. E a coisa não fica por aí. Nem tentam lá chegar, nem se preocupam e ainda se riem enquanto pegam no telefone esperto e fazem a conta (18 a dividir por 3, repito) na calculadora.

Nós, naquela altura, fazíamos de tudo para sair do ninho.
Hoje, muitos dos actuais adolescentes ainda nem sequer saíram do ovo.

Mas aí, a culpa não será exclusivamente deles...

segunda-feira, agosto 20, 2018

The Worst of / Balcão Trauma Redux por Pedro Moura

"É também um reality show, no sentido moral, porque chafurda na mais profunda das ignorâncias, mesquinhezes e estupidez de que os humanos são capazes. (...)"

"Balcão Trauma - Redux" e "The Worst of Eu" por Pedro Moura.


quinta-feira, julho 19, 2018

Conversas com os Putos incluído no Plano Nacional de Leitura

O livro "Conversas com os Putos" foi incluído no Plano Nacional de Leitura.

"Uma compilação de supostos diálogos entre um explicador de geometria descritiva e os seus alunos, que traça um retrato ao mesmo tempo divertido e assustador da falta de cultura e desinteresse de muitos alunos.

[Resumo da responsabilidade do Plano Nacional de Leitura 2027]"


Aqui

quarta-feira, maio 23, 2018

Balcão Trauma - Redux




A ideia para uma banda desenhada passada nas urgências de um hospital surgiu por volta de 2006 quando estava a terminar "Sexo, Mentiras e Fotocópias". A personagem principal daquela BD depois de ter arrancado à dentada uns sinais de trânsito e tentado agredir uma funcionária de um centro de cópias com os respectivos sinais de trânsito no final da história, tinha sido arrastada para uma ambulância. E daí decidi continuar a coisa nos mesmo moldes num livro com mais páginas e com umas inovações aqui e ali. Inicialmente como, a avaliar pelos esboços, esta sequela iria ter umas 250 páginas foi-me sugerido dividir esta obra ainda maior em vários volumes. Olhei para a planificação e vi que dava para partir a BD em duas, obtendo um final em aberto para o primeiro volume. Para início do segundo volume acrescentei umas páginas extra no início para situar e resumir a história até ali. Estas páginas extra não foram incluídas nesta presente edição para voltar ao propósito inicial que consistia numa história dinâmica sem paragens do início ao fim. 
Balcão Trauma é, ou tentou ser, uma BD onde os limites entre a realidade e a caricatura se desvanecem. 
 Tentou ou conseguiu.
Hoje já não sei... 


Convém o leitor ter em mente que as páginas deste livro foram pensadas e executadas entre 2006 e 2015, numa altura em que os cartunistas e os humoristas estavam convencidos que os lugares de liderança mais importantes neste planeta só eram ocupados por criaturas grotescas nos filmes de ficção científica de muito baixo orçamento.

Álvaro

Título: Balcão Trauma - Redux
Editor: Insónia
Autor: Álvaro
14.8x 21 cm
Preto e branco
272 páginas.
Maio de 2018

Preço: 17 euros


Encomendas: insonia.edicoes@gmail.com











domingo, maio 13, 2018

The Worst of Álvaro


"O pior de Álvaro é muito melhor  que outras colectâneas de pequenas histórias de banda desenhada de outros autores. Este pequeno volume, que reúne aquelas que serão as piores histórias, começa com uma alusão às seitas religiosas, um cómico episódio sobre a forma como se exturque dinheiro às multidões, usando pessoas que se prestam a passar por doentes para que os espectadores vejam uma cura em directo. (...)"

Continua aqui ---> https://osrascunhos.com/2018/03/25/the-worst-of-alvaro/


sábado, dezembro 09, 2017

terça-feira, novembro 07, 2017

Melhor Álbum de Tiras Humorísticas - Amadora BD 2017



O Conversas com os Putos recebeu no dia 4 de Novembro o Prémio de Melhor Álbum de Tiras Humorísticas no Amadora BD 2017.

Gostaria de aproveitar para agradecer a todos os meus ex alunos pela pachorra que tiveram enquanto me iam aturando.