sexta-feira, dezembro 08, 2006

Já não há RESPEITO! Salazar três meses por ano!

Agora, há uns minutos atrás, estava no café onde fui tomar uma bica, um senhor de aproximadamente 40 anos com umas imperiais à frente a falar para outro senhor meio desequilibrado apoiado no balcão que concordava com tudo. O primeiro estava a seguir esta linha de raciocínio:

-Três meses de Salazar por ano! Três meses de Salazar por ano e endireitava-se isto tudo. Hoje os putos são malcriados, metem-se todos na droga, já não se pode andar com segurança nas ruas e já não há respeito.

Ainda fiquei por lá um pouco para ouvir o desenvolvimento da tese mas acabei por não captar nada que já não tivesse ouvido noutros lugares e por outras bocas.

Realmente isso de respeito é algo que imperava no tempo do Dr. Oliveira. A começar logo por cima. O próprio dava o exemplo respeitando toda a gente. Até tinha uma polícia particular e uma rede de bufos à escala nacional para controlar a manuntenção do Respeito.
Quem dele discordava, o manifestava em público contaminando os ouvidos de outros ou que não se comportava como ele queria, respeitavelmente ser-lhe-iam criados, pelo saudoso ditador, bastantes desconfortos e problemas burocráticos. Isto quando não iam logo presos.

Pelos vistos ainda há gente com saudades do tal Respeito imposto (se é que tal coisa existe) e do seu respeitável Guardião. Mas só por três meses por ano.

Efeitos, talvez, da respeitável toxicodependência alcoólica.

1 comentário:

RoD disse...

Infelizmente ainda há pessoas assim. Mas acho que isso é só da boca para fora, ninguém quer voltar a ter medo que o vizinho descubra que os nossos ideais são de esquerda ou que usamos roupa interior feminina no trabalho! Eu não vivi nesse tempo mas oiço muitas histórias das aventuras protagonizadas pelo meu bisavô e as suas fugas à PIDE. Aqui para os meus lados e no tempo do Sr. Salazar só havia fome e miséria. As crianças começavam a trabalhar muito novas e a educação era só para os ricos...
Talvez naquela altura não existisse tanto crime e tanta corrupção e tantas outras coisas que hoje existem...mas a falta de liberdade é muito pior que tudo isso.
Ainda existem verdadeiros seguidores das ideologias do Salazar ligados à politica portuguesa uns têm consciencia disso outros seguem os seus ideais sem o saberem.
E em certas regiões autónomas existem uns gajos que se não são ditadores pelo menos parecem...viva a democracia! Viva George Bush! lol